Belo Horizonte, .
 
 
 

 


SEM TRABALHO

.: IBGE APONTA CRESCIMENTO DO DESEMPREGO QUE ATINGE 12,7 MILHÕES DE PESSOAS

sem imagem

A “Reforma Trabalhista” continua fazendo vítimas do desemprego e da troca de trabalho com carteira assinada por atividades na informalidade. Pesquisa divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) demonstra que o número de empregados com carteira assinada caiu mais 2,8% no trimestre encerrado em janeiro.
Segundo o IBGE, o desemprego no País atingiu uma média de 12%, superando o trimestre anterior, que havia registrado 11,7%. O número de desempregados no Brasil foi de 12,7 milhões de pessoas.
Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE, baseado na Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua.
O Instituto informa que o Brasil tem 32,9 milhões de trabalhadores com carteira de trabalho, com 4,7 milhões de pessoas em condição de desalento (que desistiram de procurar emprego), número que cresceu 6,7% em relação a resultado de 2018. O número de trabalhadores “por conta própria” cresceu 1,2%, alcançando 23,9 milhões de pessoas.

 

[+] Veja mais notícias              Voltar para página inicial